quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Manoel de Oliveira: 100 anos de vida e 77 de carreira: Parabéns!

«Citado por Eduardo Prado Coelho em A Mecânica dos Fluídos, Oliveira descreve a imagem. «Como sabem, a gama de cor é enorme e o que é visível é muito pequeno. Para a nossa vista o que está aquém dos raios vermelhos já não se vê e o que está para além dos raios violetas também já se não vê. Se nós tivéssemos uma visão total, talvez que pudéssemos ver a alma...» É a isso que o cinema tantas vezes incompreendido de Oliveira nos leva. A "ver a alma" das suas "desalmadas" personagens. Os brutos acham-no "parado". Como ele, na juventude e na ironia do seu centenário, se deve rir deles. Parabéns, Manoel.»(João Gonçalves, http://portugaldospequeninos.blogspot.com/)

2 comentários:

Ana Isabel disse...

Um grande Homem, uma grande obra.

Parabéns!

Ana Isabel

Cláudia 12ºF disse...

É realmente necessário homenagear um realizador como Manoel de Oliveira que mesmo com todos os anos que carrega ainda pretende fazer mais filmes até que a vida o deixe.

Foi também homenageado na 20ª edição dos prémios de Cinema Europeus. É sempre bom sermos reconhecidos lá fora. Até porque às vezes até se torna mais difícil sermos reconhecidos cá.

Parabéns!